Olá tudo bem? Hoje vamos abordar um assunto que é muito discutido no meio médico, principalmente entre os Fisioterapeutas e Osteopatas, muitos confundem, mas tem uma diferença ou não?  Essa pergunta é muito comum em nosso meio: Qual é a diferença entre Osteopatia e Fisioterapia e vamos abordar esse assunto hoje!

Vamos falar sobre Qual é a diferença entre Osteopatia e Fisioterapia? Você sabe? vamos aprender juntos, boa leitura, vamos lá? Bora!

O que é osteopatia?

Em resumo, a Osteopatia se concentra no diagnóstico, tratamento, prevenção e reabilitação de distúrbios músculo-esqueléticos. O termo “músculo-esquelético” refere-se a ossos, músculos, fáscia, tendões e ligamentos. A osteopatia examina as disfunções estruturais e mecânicas do corpo e visa restaurar todo o sistema a um estado de equilíbrio. Os benefícios incluem; alívio da dor, ótimo funcionamento do seu corpo; e proteção contra futuras doenças e lesões.

Osteopatia é baseada em 4 princípios fundamentais;

  1. O corpo é um todo
  2. O corpo tem seu próprio ‘baú de remédios’
  3. Estrutura governa a função
  4. A regra da artéria é suprema

A filosofia chave por trás da osteopatia é que o corpo funciona como unidade. Além disso, possui uma capacidade natural e inata de se auto-regular e curar a si próprio; incrível, pensamos!

Osteopatas acreditam que desequilíbrios físicos e tensões na estrutura (incluindo ossos, músculos, fáscia, tendões e ligamentos) prejudicam a capacidade do corpo de se manter em estado de saúde. Para equilibrar sua estrutura, um osteopata segue os quatro princípios fundamentais.

Além de avaliar a área que causa seus sintomas, eles analisam outros fatores que podem contribuir para o problema. Isso inclui questões ambientais e de estilo de vida, história familiar e traumas passados.

Considerando-os todos juntos, seu osteopata trabalhará para restaurar a saúde e o bem-estar do seu corpo.

O que envolve o tratamento?

O tratamento osteopático funciona em todo o corpo, aumentando a mobilidade articular, aliviando a tensão muscular e melhorando o suprimento de sangue e nervos para os tecidos. As técnicas utilizadas ajudam os mecanismos de cura do próprio corpo a restaurar o pleno funcionamento do corpo. Eles podem incluir; massagem de tecidos moles, manipulação articular, alongamento, técnicas de energia muscular e acupuntura. Seu osteopata também fornecerá conselhos e exercícios de saúde para promover a correção postural. Essa abordagem holística visa ajudar seu corpo a encontrar um estado de equilíbrio. Cada tratamento é especificamente adaptado às necessidades individuais de um paciente.

Os osteopatas são treinados para tratar todos os tipos de pacientes, desde crianças, bebês e adultos a idosos, atletas e mulheres grávidas.

Qual é a diferença entre Osteopatia e Fisioterapia?

Há indiscutivelmente mais semelhanças do que diferenças entre as duas profissões. Tanto a osteopatia quanto a fisioterapia tratam a dor musculoesquelética e usam tratamentos práticos. Além disso, osteopatas e fisioterapeutas treinam extensivamente em anatomia, fisiologia e patologia.

Filosofia

Osteopatas trabalham do ponto de vista de que o “corpo é um todo”: todos os sistemas do corpo estão interconectados e ele possui um mecanismo de autocura. Por outro lado, a fisioterapia está mais alinhada com a medicina ocidental tradicional. O foco é mais na área do problema apresentada e o tratamento é específico para essa área, e não para todo o corpo.

Treinamento

O treinamento para cada profissão também difere. Somos treinados por quatro anos para usar nossas mãos, com mais de 2.000 horas de treinamento por toque. Como tal, temos um senso de palpação altamente desenvolvido. O treinamento se concentra na saúde musculoesquelética e os osteopatas são versados ​​na manipulação da coluna vertebral e articular. Osteopatas também podem se especializar em saúde visceral, craniana, saúde da mulher e pediatria.

Os fisioterapeutas geralmente treinam no NHS por três anos. Suas rotações incluem treinamento músculo-esquelético, neuromuscular, cardiovascular e respiratório.

O treinamento do fisioterapeuta costuma ser menos prático do que a osteopatia. Os fisioterapeutas são ensinados a seguir os protocolos de tratamento e fornecer tratamento reabilitador baseado em exercícios.

Essa abordagem foi projetada para ajudar os pacientes a voltarem ao seu estado físico após uma ‘lesão’.

Tratamento

Enquanto o tratamento osteopático é 90% prático, a maioria dos fisioterapeutas usa uma abordagem prática de 60%. Outras técnicas incluem observação de movimento e eletroterapia. O tratamento fisioterapêutico se concentrará na mobilização do local da lesão, e não na abordagem da osteopatia em ‘todo o corpo’. Há também uma ênfase maior no gerenciamento baseado em exercícios, que acreditamos ser vital no processo de recuperação.

Considerações finais sobre as principais diferenças entre Osteopatia e Fisioterapia

Apesar das diferenças de filosofia e tratamento, o objetivo da osteopatia e da fisioterapia é aliviar a dor e ajudar seu corpo a funcionar bem. É importante lembrar, também, que não há dois profissionais que oferecem exatamente o mesmo tratamento.

Vale a pena pesquisar e experimentar pessoas diferentes para encontrar um profissional que melhor se adapte a você e a suas necessidades.

Ambas as profissões se complementam muito bem. Osteopatas que oferecem tratamento específico para o alívio da dor e Fisioterapeutas que oferecem excelente reabilitação após lesão ou cirurgia. Se você está sofrendo de uma lesão ou dor crônica, é altamente recomendável ver os dois juntos ou em diferentes estágios da sua reabilitação.

Felizmente, entre os dois, em breve você estará vivendo sua vida ao máximo, livre de dor.