Segundo a pesquisa, 4 em cada 5 pessoas experimentarão dores nas costas em algum momento de suas vidas. Parece muita gente, mas não afeta a todos da mesma maneira. Para algumas pessoas, a dor nas costas será uma dor simples que se corrige com o tempo, mas para outras pode causar dor e incapacidade de longa data.
A dor lombar é um dos problemas mais comuns observados pelos fisioterapeutas. É responsável por mais de 9% das consultas para adultos e é uma das principais causas de incapacidades da maioria das pessoas em realizar as suas tarefas diárias normalmente.
Fisioterapeuta ajuda no tratamento de dores nas costas.

Buscar aconselhamento profissional e obter o tratamento correto rapidamente é essencial. Reduz o risco de dor lombar persistente, acelera a recuperação e reduz seu impacto na vida cotidiana.

Fisioterapeuta é muito tempo procurados por pessoas com lombalgia ou a famosa dor crônica nas costas.

 

Tipos de dor nas costas

Existem várias razões pelas quais ocorre dor lombar. Várias estruturas corporais podem ser responsáveis, mas muitas vezes é mais de um fator que contribui para a dor lombar. 

Isso pode incluir fatores de estilo de vida, como tabagismo e falta de exercício, considerados grandes fatores de risco.

Alguns dos tipos bem conhecidos de lombalgia incluem irritação da raiz nervosa (por exemplo, ciática), espasmo muscular, deformidade óssea, ligamento ou distensão muscular ou prolapso ou degeneração do disco intervertebral. 

Cada um desses problemas pode afetar os indivíduos de maneira diferente – em alguns casos causando dor e incapacidade graves e em outros não produzindo nenhum sintoma.

Fisioterapia e dor lombar

Fisioterapeutas são considerados os especialistas em dor lombar. Ao concluir uma avaliação robusta, eles geralmente podem identificar o que está contribuindo para a condição e iniciar o tratamento imediatamente. 

Os fisioterapeutas também são treinados para identificar condições mais graves que podem apresentar dor lombar e, em seguida, consultar o clínico geral ou o especialista, tornando-os o primeiro ponto de contato ideal.